Empreendedorismo: como espantar o Fantasma do Desânimo

Empreendedores são  super otimistas e por isso algumas pessoas acreditam que eles em nenhum momento irão desanimar ou sequer pensar em desistir.

Mero engano,  uma hora ou outra o fantasma do desânimo vai assustar você e sua equipe.  Nestes momentos,  é bom sabermos exatamente que tipo de vítimas prefere e o que fazer caso ele resolva atacar.

01. O fantasma do desânimo gosta de lugares escuros

Como toda criatura mal-assombrada, o fantasma do desânimo prefere lugares com pouca iluminação.

Trabalhar em um local  mal iluminado pode comprometer seriamente a saúde física e psicológica do indivíduo,  afetando a produtividade e consequentemente sua  motivação pessoal e profissional.

O ser humano foi projetado para trabalhar com a luz natural,  por isso,  quando esforçamos nossa visão em locais com iluminação deficiente e inadequada,  geramos uma sobrecarga nos olhos que resulta naquela velha e conhecida fadiga.

Para espantar o fantasma do desânimo,  trabalhe em locais com boa luz.  Você preserva sua saúde e permanece feliz e motivado.

02. O fantasma do desânimo prefere pessoas sem foco

As empresas de sucesso sempre estão focadas.  Possuem visão,  valores e uma missão determinada.  Qualquer tomada de decisão e estratégia é baseada no objetivo de atender a necessidade definida lá no plano de negócios.

  • Pessoas focadas tendem a ser manter motivadas,  porque sabem exatamente o que querem.
  • Qual a missão da sua empresa? Procure cumpri-la todos os dias.
  • Mantenha o foco.  Não perca tempo acrescentando funções e soluções que ninguém precisa.  Concentre-se em uma tarefa de cada vez,  não tente fazer tudo ao mesmo tempo.

 03. O fantasma do desânimo ataca pessoas sozinhas

Não é incomum encontrar empreendedores solitários. Nem sempre é fácil recrutar uma equipe sendo preferível empreender sozinho a trabalhar com sócios incompetentes.

Pode ser frustrante não ter com quem compartilhar ideias e nem ao mesmo nos dizer “calma, vai dar certo”.

Por isso, o empreendedor solitário tem de saber afugentar o fantasma do desânimo.

  • Aprendendo a se auto motivar.
  • Lendo revistas e blogs.
  • Compartilhando suas ideias com amigos e familiares.
  • Aprendendo a ser organizado.
  • Aprendendo a ter senso de disciplina.
  • Estabelecendo um local de trabalho adequado
  • Seguindo horários de trabalho pré-definidos como se estivesse em qualquer outro emprego

04. O fantasma do desânimo assusta pessoas impacientes

Empreender muitas vezes é uma tarefa a longo prazo.  Alguns  marinheiros de primeira viagem se iludem acreditando que construirão verdadeiros impérios em um ano. Quando os resultados não aparecem,  acabam desistindo perdendo tempo e dinheiro.

Se você não tem paciência,  então não está preparado para ser um empreendedor.  Você sempre terá concorrentes que estão a mais tempo no mercado e é praticamente impossível conquistar o topo em pouco tempo e sem muito trabalho.

 

05. O fantasma do desânimo persegue quem não planeja

Várias pessoas acreditam ter boas ideias e investem tempo e dinheiro em produtos que ninguém vai usar.  Logicamente,  o resultado positivo ficará distante. A consequência é a alta taxa de mortalidade dos novos negócios.

Planejar não é só importante,  é essencial.  Criar um plano de negócios e definir estratégias a médio e longo prazo é imprescindível para o sucesso de uma nova empresa.

Concluindo…

O Fantasma do desânimo é uma criaturinha desagradável mas que sempre atormenta a vida dos empreendedores. Você conferiu algumas dicas para afastá-lo. Com toda certeza existem outras, que tal você compartilhar conosco suas experiências? Faça um comentário!

Leave Your Comment Here